Banco do Brasil vai fechar 112 agências e demitir 5.000 funcionários

O Banco do Brasil nesta segunda-feira 11, informou que aprovou um novo plano para reorganização de ganhos de eficiência operacional que trás a previsão do fechamento de 112 agências da instituição, além disso o novo plano prevê a criação de um Programa de Adequação de Quatros (PAQ) além de um outro Programa de Desligamento Extraordinário (PDE).

As chamadas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários são as seguintes:

  • Programa de Adequação de Quadros (PAQ), a fim de otimizar a distribuição da força de trabalho, equacionando as situações de vagas e excessos nas unidades do banco. Além da opção de desligamento, o PAQ incentiva movimentações laterais para unidades onde existam vagas.
  • Programa de Desligamento Extraordinário (PDE), disponível a todos os funcionários do BB que atenderem aos pré-requisitos e é específico para o incentivo ao desligamento, com limite de 5 mil adesões.
bb

Segundo estimativas, o novo plano de reorganização prevê aumento na eficiência e otimização em mais de 870 pontos de atendimento por todo o país, contanto com a desativação de 361 unidades, sendo elas 112 agências, 7 escritórios e 242 postos de atendimento.

Além disso contará com a conversão de 243 agências em postos de atendimento, e 8 postos de atendimentos em agências, a transformação de 145 unidades de negócios em Lojas do Banco do Brasil, sem guichês de caixa, relocalização compartilhada de 85 unidades de negócios além da criação de 28 unidades de negócios.

De acordo com o Banco do Brasil o objetivo da reorganização da rede de atendimento é adequar-se ao novo perfil e comportamento dos clientes, além de abranger outros movimentos de revisão e redimensionamento nas diretorias, bem como nas áreas de apoio e rede privilegiando a especialização do atendimento e a ampliação da oferta de soluções digitais.