Auxílio emergencial: 28,9 milhões ainda receberão o benefício em 2021

O auxílio emergencial foi criado em 2020, em meio a pandemia do novo coronavírus, primeiro o valor foi de R$ 600 e depois aconteceu a extensão de R$ 300,00. O pagamento chegou ao fim em dezembro do ano passado. Entretanto, ainda em janeiro de 2021 será possivel sacar os valores.

A Caixa Econômica Federal (CEF) afirma que cerca de 28,9 milhões de pessoas que tiveram seu benefício creditado poderão realizar saques e transferências até 27 de janeiro, por meio da poupança digital social.

pandemia

O pagamento aos aprovados nascidos entre maio e dezembro já ocorreu, mas, agora em janeiro será possível sacar o valor em espécie. Os que nasceram em abril, já podem utilizar os seu auxílio desde o dia 6 de janeiro.

Pelo menos uma parcela foi paga aos integrantes de cada ciclo. A liberação do dinheiro ocorre em duas etapas:

Primeira etapa: o depósito é feito na poupança digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem;
Segunda etapa: saques e transferências são liberados, seguindo o calendário.
O calendário de saques e transferências dos ciclos 5 e 6 é o mesmo, mas o número de parcelas depende de quando o cidadão foi aprovado no programa e começou a receber o auxílio.

As novas parcelas do benefício, no valor de R$300, começaram a ser liberadas somente depois do fim das cinco parcelas iniciais de R$ 600. Como não houveram novas inscrições, apenas os aprovados para as parcelas de R$ 600 podem receber as demais.

Até o dia 27 de janeiro será possível sacar o auxílio emergencial nas agências da Caixa Econômica Federal.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil