Como elaborar uma escala de revezamento na sua empresa?

Um dos métodos mais utilizados para organizar os horários de entrada e saída de trabalhadores é a escala de revezamento.

Continue conosco e fique por dentro deste assunto. 

Esta escala também é muito utilizada em serviços que não podem ser interrompidos, sendo: 

  • Manutenção;
  • Segurança;
  • Conservação, entre outros;

O que é uma escala de revezamento? 

Esta escala pode ser compreendida de duas formas: 

  • Quando a jornada de trabalho alterna com determinada quantidade de horas de folga;  (Método utilizado entre profissionais de saúde ou de vigilância, que exerce suas atividades laborais por 12 horas para folgar as próximas 36.
  • Divisão em função da demanda da empresa; ( Geralmente acontece no comércio, em que trabalho aos sábados, domingos e feriados é obrigatório). 

Para que estas equipes estejam cobertas, é instituído o sistema de escala, que geralmente é alternando de uma folga a cada 6 dias trabalhados. 

O que é necessário para montá-la? 

Independente do sistema torna-se indispensável que a escala respeite os limites impostos pelas leis trabalhistas no Brasil. 

De acordo com a CLT, qualquer trabalhador pode exercer suas atividades laborais no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais e pode estender a jornada diária no máximo 12 horas. 

Porque a empresa precisa de uma escala? 

Se for comércio é comum haver trabalho em fins de semana e feriados, agora se tratando de uma empresa que presta serviços de manutenção, o foco deve ser em garantir apoio e suporte 24 horas por dia. 

Designed by @diana.grytsku / Freepik
Designed by @diana.grytsku / Freepik

Regras da legislação 

É importante destacar as limitações em termos de horas trabalhadas e é justo que os trabalhadores recebam a justa compensação pelo Descanso Semanal Remunerado.

Ele corresponde ao valor de um dia trabalhado e deve ser pago mensalmente, tomando como referência o total de dias em casa do mês anterior. 

Tipo de escala

São várias as formas de se organizar uma escala de trabalho, isso vai depender muito da quantidade de pessoas em suas equipes e da própria demanda por mão de obra. 

A escala mais usual no comércio em períodos mais apertados, é 6×1.

Se o movimento for mais leve, poderá utilizar também uma escala 5×2. 

Método de controle 

Esta divisão do trabalho em escalas pode ser monitorada com ajuda de planilhas, sendo assim quando a empresa tem equipes muito grandes ou com funções variadas, um software de gestão pode funcionar melhor. 

É primordial que a escala de revezamento seja implementada de acordo com as circunstâncias e demanda por mão de obra.

Conclui-se que nada impede de mudá-la quando as rotinas permitirem. 

Dica Extra do Jornal Contábil: Você gostaria de trabalhar com Departamento Pessoal?

Já percebeu as oportunidades que essa área proporciona?

Conheça o programa completo que ensina todas as etapas do DP, desde entender os Conceitos, Regras, Normas e Leis que regem a área, até as rotinas e procedimentos como Admissão, Demissão, eSocial, FGTS, Férias, 13o Salário e tudo mais que você precisa dominar para atuar na área.

Se você pretende trabalhar com Departamento Pessoal, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um profissional qualificado.

Por Laís Oliveira