MEIs vão poder solicitar empréstimo de capital de giro

Em virtude da pandemia do novo coronavírus, a Caixa Econômica Federal e o Sebrae vão oferecer linha de crédito de capital de giro para microempreendedores individuais (MEIs).
Na verdade a intenção é ajudar os pequenos empreendedores durante o momento de crise criado pela pandemia.

Empréstimo MEI

Será de responsabilidade da Caixa fazer o empréstimo, e a garantia será dada pelo Sebrae e utilização do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe).

Para conseguir o empréstimo, o MEI deverá estar com toda sua documentação em dia
Entretanto, é bom saber que mesmo estando com sua documentação em dia, não irá garantir a obtenção do empréstimo. Isso porque a Caixa irá avaliar a empresa e a capacidade de pagamento do solicitante, o banco aprovando, o empréstimo será concedido.

Exigências:

O CNPJ (empresa) possua faturamento de pelo menos 12 meses e não possua restrições, e o CPF (pessoa física) também não possua restrições.

Como solicitar o empréstimo

MEI

Realizar o cadastro, depois assistir o vídeo que o Sebrae dispõe na plataforma que mostra ao empreendedor a obter um empréstimo e se é realmente a melhor opção no momento.

Seus dados serão atualizados depois de 72 horas, sendo possível fazer a solicitação do empréstimo. O pedido poderá ser feito no site da Caixa ou em uma agência da Caixa. Mas, com o atual momento, é melhor o pedido ser feito pela Internet.

Depois você deverá ser acompanhado. O empreendedor conseguindo o empréstimo, mas, caso encontre dificuldades em pagar as parcelas, será possível realizar uma consulta online com o Sebrae para encontrar a melhor forma de regularizar sua situação.
Também poderão solicitar o empréstimo:

Microempresas – ME e Empresas de Pequeno Porte – EPP também podem fazer a solicitação.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil