Qual é o tipo de benefício mais barato para a empresa?

Procurar por um benefício barato não desvaloriza a empresa. Pelo contrário: os benefícios corporativos têm que agregar valor aos colaboradores, em primeiro lugar, independentemente do seu custo ou investimento.

Não adianta, por exemplo, oferecer pacotes e planos caríssimos de academia, se não é algo condizente com o perfil do seu quadro de funcionários, no geral.

Daí, a conveniência em trabalhar estrategicamente e com foco na resolução de carências e necessidades dos profissionais. O que nos leva ao conteúdo deste artigo.

Nos tópicos abaixo, vamos explorar algumas opções criativas para oferecer um benefício mais barato e que, complementarmente, seja riquíssimo para os seus funcionários. Veja quais são:

  • A importância dos benefícios corporativos;
  • Benefício mais barato: 13 opções para implementar na sua empresa;
  • Horários flexíveis;
  • Experiências culturais gratuitas;
  • Alimentação de qualidade na empresa;
  • Dress code casual;
  • Auxílio na educação dos colaboradores;
  • Folgas remuneradas;
  • Descontos em produtos e serviços;
  • Espaço pet friendly;
  • Programas de bem-estarFérias ilimitadas;
  • Sabático;
  • Jogos dentro da empresa;
  • Programas de bem-estar financeiro.

Boa leitura!

A importância dos benefícios corporativos

Benefícios corporativos são idealizados para atrair e reter colaboradores de maneira orgânica. Ou seja: por meio de vantagens que privilegie o bem-estar e o conforto das pessoas, traduzindo-se em motivação, engajamento, produtividade e resultados para a empresa em retorno.

Entre os benefícios mais comuns, podemos destacar os seguintes:

  • vale-refeição e/ou alimentação;
  • vale-cultura;
  • plano de saúde.

Para muitos profissionais do mercado, inclusive, a oferta de benefícios atrativos é um diferencial e tanto. Pouco mais de 65% dos brasileiros empregados disseram preferir benefícios vantajosos do que um salário maior. Algo a se considerar, portanto, focando em um benefício mais barato, talvez, mas que agregue essa proposta de valor que as pessoas tanto buscam no mercado de trabalho, atualmente.

Benefício mais barato: 13 opções para implementar na sua empresa

Um benefício mais barato se converte em conveniências para ambas as partes. No entanto, como já foi dito, é importante que a empresa entenda o perfil dos colaboradores ao desenvolver o seu pacote de vantagens.

Veja as nossas sugestões, abaixo, e identifique quais delas têm tudo a ver com os seus colaboradores!

1. Horários flexíveis

Algo que a pandemia do coronavírus trouxe para as empresas: a possibilidade de flexibilizar o horário de trabalho. O home office é prova disso. Mais de 45% das empresas brasileiras adotaram o modelo de trabalho durante a quarentena no país.

A ideia, então, seria apresentar a flexibilidade de horário como um benefício mais barato e convidativo para quem gosta de mais autonomia na sua rotina.

Basta, entretanto, acordo com os funcionários algumas questões pontuais, como a necessidade de uma reunião entre os membros da equipe. 

2. Experiências culturais gratuitas

Embora não seja um benefício ligado diretamente ao trabalho, a possibilidade de oferecer aos colaboradores acesso a eventos culturais pode criar momentos leves e de descontração —fundamentais para espantar o estresse do trabalho, por exemplo.

Vale a pena ficar de olho em quais atividades os seus funcionários mais se identificam para planejar um cronograma que pode envolver ingressos para cinemas, teatros, espetáculos e muito mais!

3. Alimentação de qualidade na empresa

Café da manhã, almoço, café da tarde ou happy hour. Escolha o favorito dos colaboradores e desenvolva uma alternativa cujo cardápio seja nutritivo, delicioso e que aumente a motivação e o engajamento dos profissionais após uma boa refeição concedida pela empresa.

4. Dress code casual

Embora esse tipo de diferencial seja um benefício mais barato, ele tem caído em desuso em muitas empresas — especialmente, as startups. Mesmo assim, pode ser uma condição que vai agregar no nível de satisfação geral dos colaboradores para que trabalhem da maneira mais confortável para cada um deles.

5. Auxílio na educação dos colaboradores

Aí está um benefício mais barato e que estimula o desenvolvimento dos seus profissionais. Ao oferecer-se para quitar uma parcela de cursos (livres ou de longa duração), a empresa mostra que investe nos seus recursos humanos. Por sua vez, o colaborador se motiva pela possibilidade de desenvolver-se com um tipo de auxílio que não teria em outra empresa.

E isso não precisa nem acontecer com o pagamento direto das taxas, mas por meio de um empréstimo que pode ser quitado com baixos (ou zero) juros e mais flexibilidade de pagamento.

6. Folgas remuneradas

Uma boa gratificação por um bom trabalho realizado, a folga remunerada é um benefício mais barato e que tende a agregar o que muitos profissionais buscam: um dia de repouso — e com o pagamento garantido.

É importante, contudo, atentar-se ao planejamento quando o benefício for utilizado para que não sobrecarregue os outros membros da equipe.

7. Descontos em produtos e serviços

Por meio de parcerias com outras marcas, sua empresa pode ter um benefício mais barato e que favoreça os colaboradores por meio de economia enquanto consomem produtos e serviços com desconto.

O custo de implementação é baixíssimo, e ainda pode garantir maior conveniência para os colaboradores que mais consomem esse tipo de solução — convém, então, fazer uma pesquisa prévia para entender quais marcas podem ser abordadas para essa parceria com a sua empresa.

8. Espaço pet friendly

Imagine ir ao trabalho sem passar o dia inteiro pensando se o seu cão ou gato está se divertindo — ou aprontando? Empresas que permitem a companhia de animais de estimação no ambiente de trabalho podem tornar esse desejo em realidade.

Vale apenas levar em consideração alguns fatores limitantes, como a falta de espaço para que os animais façam as suas necessidades e também eventuais medos e alergias que outros colaboradores possam ter.

9. Programas de bem-estar

Campanhas de vacinação e antitabagismo, ginástica laboral, organização de grupos de caminhada, consultas com nutricionistas… Isso tudo envolve o planejamento de um programa de bem-estar.

Como resultado, obtém-se um benefício mais barato para tratar da qualidade de vida das pessoas. Algo que só tem a beneficiar a motivação e a disposição dos profissionais em realizarem um bom trabalho continuamente.

10. Férias ilimitadas

O tema é controverso, mas existem empresas que já aplicam as férias ilimitadas e, acredite, não voltam atrás em sua decisão. 

É importante, contudo, planejar a medida para que todos possam usufruir de um tempo prolongado de férias — remuneradas —, obtendo um equilíbrio produtivo e de qualidade nos resultados.

Para entender melhor esse conceito, aproveite para dar uma conferida, após esta leitura, em nosso artigo que explica detalhadamente sobre o conceito de férias ilimitadas!

11. Sabático

O período sabático — popularmente organizado em um ano — consiste em uma espécie de férias da rotina engessada. Após tomada a decisão de realizar o sabático, tudo vale: tem quem viaje; outros focam em hobbies dos quais não têm tempo para dedicar-se durante a acelerada rotina de trabalho…

Tudo vale para quem deseja experimentar algo novo, diferente e, acima de tudo, flexível. E é um benefício mais barato do que as férias ilimitadas mencionadas acima. Afinal, a empresa pode oferecer o sabático de uma maneira que melhor convier a todos.

Um exemplo: um mês de sabático a cada dois anos de trabalho na empresa.

12. Jogos dentro da empresa

Não estamos falando de gamificação — embora seja uma boa ferramenta —, mas de jogos em si para o lazer e descanso dos profissionais. Jogos de tabuleiro, cartas ou videogames, não importa. Avalie o que mais agrada aos profissionais e invista em um espaço de descompressão para que a rotina nunca fique estressante o suficiente a ponto de desmotivar ou esgotar seus colaboradores.

13. Programas de bem-estar financeiro

Além do bem-estar em si — o equilíbrio entre o físico e o mental —, o bem-estar financeiro é um ponto cada vez mais em comum entre as organizações focadas nas boas práticas em gestão de pessoas.

Tudo porque, por meio de um programa desses, existe o enfoque em agregar mais educação financeira aos colaboradores e, por consequência, eles não caem em armadilhas financeiras, evitam (ou quitam estrategicamente) as dívidas e convivem em harmonia com suas despesas e rendas mensais.

Para tanto, esse é um benefício mais barato porque agrega diretamente na motivação dos profissionais. Sem dívidas, eles produzem melhor, com mais afinco e sem preocupações fora da empresa que interferem nos seus resultados.

Aí vão algumas alternativas para isso:

  • workshops focados no tema de educação financeira;
  • palestras com especialistas para agregar mais economia, no dia a dia, e contornar o acúmulo de dívidas;
  • orientações focadas no desenvolvimento de um planejamento financeiro personalizado;
  • palestras sobre investimentos para que os funcionários aprendam e invistam em seus objetivos;
  • soluções de salário sob demanda — como é o caso do Xerpay.

Com isso, não vão faltar alternativas para você encontrar o benefício mais barato — ou o pacote de benefícios perfeito para 2021 — e alinhado ao perfil dos seus colaboradores, não acha?

Que tal, então, já fazer um aquecimento sobre o assunto? Compartilhe este post nas suas redes sociais e marque os colegas que vão adorar pensar em um planejamento eficiente, nesse sentido, e valorizar ainda mais os recursos humanos da sua empresa!